Sucuri de 7 metros fotografada embaixo d’água… Verdade ou Mentira?


Nesse mês, uma foto muito peculiar de uma serpente “viralizou” nas redes sociais. Trata-se da imagem de um mergulhador fotografando uma sucuri (Eunectes murinus) de 7,0 metros de comprimento.

Sucuri Foto: Daniel de Granville

Muitos chegaram a contestar a autenticidade da foto, mas, segundo notícias recentes, a imagem é real e de autoria do biólogo Daniel de Granville, que acompanhava fotógrafos chineses, suíços e checos em busca de imagens da sucuri brasileira.

A foto foi tirada no Rio Formoso, em Bonito, estado do Mato Grosso do Sul, possivelmente a melhor região do mundo para fotografar esta espécie debaixo d’água, graças as suas águas cristalinas. Geralmente, as áreas de ocorrência desta serpente envolvem águas barrentas e muito turvas.

No entanto, junto com a divulgação da fotografia, surgiram diversos questionamentos, trazendo à tona novamente uma série de crenças arraigadas na cultura popular brasileira e disseminadas no mundo (infelizmente) pelo filme estadunidense “Anaconda”.

Apesar de existirem relatos confirmados de ataques de sucuris contra seres humanos, esses animais não costumam agir agressivamente quando não provocados. Assim como acontece para outras espécies de serpentes, a maioria dos acidentes está relacionada exclusivamente a situações de defesa. Até o momento, não existe documento comprovando casos de predação ao ser humano. Além disso, embaixo d’água, o ataque seria bem menos provável e a explicação para isso é bem simples: apesar de possuírem excelente fôlego, as serpentes de hábito aquático respiram fora d’água. Um ataque subaquático acarretaria em um alto custo energético e aumento da necessidade de respiração, o que traria um grande risco para o ofídio.

Respeitando os limites do animal (e das regras de mergulho), os riscos que estes fotógrafos correram foram pequenos (sem desmerecer a qualidade do registro, que realmente é fantástica, principalmente pela dificuldade de encontrar a sucuri sob condições tão perfeitas de nitidez e luz). Vale ressaltar que em qualquer atividade subaquática, é sempre necessário deixar um espaço de fuga para o espécime a ser fotografado e jamais tocá-lo ou realizar ações que possam estressá-lo.

A Eunectes murinus (sucuri, sucuriju, sucurijuba ou anaconda) é uma espécie de grande porte que mata suas presas por constricção e não possui glândulas produtoras de veneno, assim como todas as serpentes de sua família (Família Boidae), como as jibóias, periquitambóias e cobras-arco-íris. Alimenta-se preferencialmente de mamíferos, bem como de jacarés e aves. A espécie é bem distribuída em quase todos os biomas do Brasil. Em 2009, a equipe do NUROF-UFC documentou o primeiro registro dessa espécie para o estado do Ceará, através da coleta em uma área estuarina do município de Aquiraz, ver: MENDONÇA, S.V., FERNANDES-FERREIRA, H. & CRUZ, R.L. 2009. Eunectes murinus (Anaconda). Geographic Distribution. Herpetological Review 40(2): 238.

Por: Hugo Fernandes-Ferreira

Hugo Fernandes-Ferreira (CRBio 67339/05)
Pós-Graduação em Zoologia – UFPB
NUROF – UFC
Instituto Atlântida Ambiental

About these ads

4 Respostas

  1. Apenas um complemento de ordem ecológica que percebi agora. Peixes também são comumente predados pelas sucuris.

  2. eu acho que e de verdade so que nao sei como ela nao engolio o mergulhador

  3. há sim relatos de predação de sucuris a seres humanos, mas tudo fica em off para que a especie seja preservada, essa é a razão para esses relatos não virem a tona…

Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 164 outros seguidores

%d bloggers like this: