Eu ja ouvi falar que em alguns países serpentes e lagartos são utilizados como uma das principais fontes de proteina animal. Eu só não consegui descobrir a veracidade dessa informação e a forma como esses animais são preparados.


Para começar, essa informação tem veracidade sim. Répteis são como meio de subsistência alimentar desde os primórdios da humanidade, fato que permance até hoje em muitas comunidades de diversas partes do mundo. É comum vermos reportagens na televisão documentando a venda de serpentes assadas em feiras livres na Ásia. O que a maioria das pessoas não sabe é que não precisaria atravessar o mundo para ver algo do tipo. No Brasil, comunidades indígenas e até mesmo comunidades rurais aqui do Ceará fazem uso alimentar não só de serpentes, como também de lagartos e anfíbios.

O Dr. Rômulo Alves da Universidade Estadual Paraíba é o maior expoente no estudo do uso de fauna por populações humanas no Brasil e um dos maiores do mundo. Em 2010, ele revisou o uso de répteis no Brasil e documentou 35 espécies utilizadas como alimento em todas as regiões do país.

A forma como esses animais são preparados vai de acordo com os costumes de cada comunidade podendo ser variada, há relatos de que lagartos e serpentes cozidos podem ter sabor semelhante ao frango e que algumas comunidades do Ceará consomem ovos de lagartos como os de iguana, por exemplo. Além disso, esses animais são utilizados para outras finalidades como comércio, ornamento, fins mágicos-religiosos e muitas vezes medicinais, por exemplo, as gorduras são tomadas com a esperança de combater infecções, ou passadas como pomadas sobre torções e/ou dores nas articulações entre outros usos variados.

No Brasil, alguns pesquisadores já têm produzido diversos artigos científicos sobre o assunto em revistas especializadas. Além deles, vários estudos em todo o mundo têm sido realizados demonstrando que o uso de répteis ocorre de maneira consistente e bem distribuída. Inclusive algumas pesquisas confirmam o alto valor nutricional de algumas espécies.

Resposta de Hugo Fernandes e Daniel Cassiano, pesquisadores colaboradores do Nurof.

Pergunte-nos suas curiosidades ou dúvidas sobre os anfíbios e répteis!

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: