A importância dos lagartos para a Natureza (inclusive para o homem)


Não é raro que biólogos que trabalham com répteis e anfíbios (herpetólogos) se deparem com perguntas como: “O quê…? Você trabalha com sapo? Com calango? Com cobra? Você só pode ser maluco! E esses bichos servem para alguma coisa? Estes ‘insetos’ não servem para nada!”

Tendo em vista estas concepções presentes em grande parte da sociedade, decidi escrever um pouco mais sobre o legado dos lagartos e suas importâncias para a Natureza, entendendo o ser humano (Homo sapiens), como incluído nesta.

Figura 1. Indivíduo adulto de Iguana iguana. Fotografia de Daniel Passos.

A primeira atribuição de importância é amplamente divulgada para qualquer grupo biológico e diz respeito às funções desempenhadas pelos lagartos em seus ambientes. As aproximadamente 5500 espécies de lagartos viventes constituem um dos mais diversos grupos de animais terrestres (Uetz, 2001). Esta imensa diversidade de espécies também se traduz na variedade de: dimensões e formas corpóreas (Pough et al., 2008), padrões no uso dos habitats (Stamps, 1977; Martins, 1994), repertórios comportamentais (Brattstrom et al., 1974), entre outros aspectos biológicos. O fato é que, em geral, os lagartos constituem elementos essenciais para a dinâmica ecológica dos sistemas naturais, visto que ocupam posições-chave específicas dentro da organização trófica dos ecossistemas, seja como predadores ou presas. Portanto, os lagartos influenciam, direta ou indiretamente, inúmeras outras populações de seres vivos, como as de aracnídeos, miriápodes, insetos, aves, répteis, mamíferos, entre muitas outras.

A segunda importância está relacionada com a contribuição dos lagartos para nossa compreensão do mundo natural, através do conhecimento científico. Nas últimas décadas, o número de estudos biológicos com lagartos tem aumentado enormemente. Além disso e em especial, os lagartos têm sido amplamente utilizados como organismos modelo de estudos ecológicos (Huey et al., 1983; Vitt & Pianka, 1994). Enfim, é indubitável a herança teórica que estes organismos têm nos fornecido, indiretamente, ampliando nossa capacidade de conhecer e entender o planeta em que vivemos.

Vanzosaura rubricauda - Pentecoste - CE (MB)

Figura 2. Indivíduo adulto de Vanzossaura rubricauda. Fotografia de Daniel Passos.

Por último, e talvez a importância mais impactante, uma vez que promove uma associação benéfica imediata, está a influência direta dos lagartos sobre a nossa sociedade. Sabe-se que as principais influências diretas dos lagartos sobre os seres humanos são benéficas, tanto nas zonas urbanas quanto rurais, pois eles são importantes predadores de espécies vetores de organismos causadores de doenças e de insetos-pragas. Além disso, alguns são consumidos como alimento em muitas regiões do mundo e, atualmente, muitas espécies são destaque no comércio de animais de estimação.

Por todo o exposto, podemos considerar os lagartos um verdadeiro e importante elo entre Natureza, Ciência e “seres humanos”. Está claro que os lagartos são importantes, não só para os demais grupos biológicos, mas também para nós, que tanto os discriminam. Concluo na esperança de ter contribuído mais uma vez com a transformação de pré-concepções equivocadas sobre estes fascinantes animais. Valorizemos, pois, os lagartos.

Até a próxima!

Por: Daniel Passos, membro do NUROF-UFC

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

BRATTSTROM, B. The evolution of the reptilian social  behavior. American Zoologist, 14: 35-49.

HUEY, R. B.; PIANKA, E. R. & SCHOENER, T. W. 1983. Lizard Ecology: Studies of a model organism. London: Harvard University Press.

MARTINS, E. 1994. In: Lizard ecology: Historical and experimental perspectives. Vitt, L. J. & Pianka E. R. New Jersey: Princeton University Press.

POUGH, H. F.; JANIS, C. M.; HEISER, J. B. 2008. A vida dos vertebrados. 4ª ed. São Paulo: Atheneu.

STAMPS, J. A. 1977. Social behavior and spacing patterns in lizards. In: Gans, C & Tinkle, D. W. Biology of the Reptilia, Vol 7, pp 265–334. London: Academic Press.

UETZ, P. 2012. The reptile database. Disponível em http:/reptile-database.org/. Acesso em: 10. dez. 2012.

VITT, L. J., & E. R. PIANKA. 1994. Lizard ecology: historical and experimental Perspectives. New Jersey: Princeton University Press.

Advertisements

17 Respostas

  1. Parabéns, Daniel! Gostei muito de suas considerações sobre os lagartos, entretanto, gostaria de saber se posso usar essa espécie, para, por exemplo, combater o mosquito da dengue?

    • Cara Ana,

      Muito obrigado pela contribuição. Sua pergunta é extremamente interessante.

      Conforme exposto no texto, várias espécies de lagartos (e não somente uma) interagem diretamente com outras populações de organismos, por exemplo, com os mosquitos (Diptera:Insecta). No caso específico, sabe-se que alguns lagartos atuam efetivamente como predadores de mosquitos, inclusive sobre o mosquito da dengue (Aedes aegypti). Entretanto, não há dados publicados sobre a eficiência desta pressão predatória sobre as populações de mosquitos naturais, ou seja, se os lagartos por si só, podem representar inimigos naturais capazes de “combater” os mosquitos da dengue. Contudo, esta reflexão é essencial pois embasa e reforça a necessidade de mais estudos ecológicos sobre aspectos alimentares dos lagartos (dieta, táticas de forrageio, comportamentos alimentares, entre outros).

      Espero ter ajudado.

  2. Excelente texto, Daniel!
    Mostra muito bem a importancia desses animais, seja direta ou indireta para a sociedade. É necessário, de fato, sempre estarmos divulgando esse tipo de informação, como forma de conscientizar a população e fazendo assim a preservação desses bichos.

    • Muito obrigado Gabriel!

      Nós do Blog do Nurof agradecemos seu reconhecimento. São comentários como este que alimentam nossa força em fazer divulgação científica!

  3. Belo texto camarada!

  4. é verdade que o lagarto pode curar a febre

    • Caro João,

      Embora existam registros de propriedades farmaco-terápicas e usos medicinais derivados de partes do corpo de algumas espécies de lagartos, estes conhecimentos não são comumente fundamentados cientificamente.

      Quanto ao caso específico da cura da febre, até onde eu sei, não há nenhum composto derivado de lagartos com propriedades anti-térmicas.

      Espero ter ajudado.

  5. Parabéns pelo texto Daniel,

    Veja só, eu sou estudante de Zootecnia na Univasf de petrolina, gostaria de saber se vc poderia me ajudar a abrir um caminho para um projeto cientifico sobre répteis , especificamento os do sertão !

    obrigado.

  6. Meu caro Wilbor,

    Nós do NUROF faremos o possível para lhe ajudar.
    meu e-mail: biologodanielpassos(em)gmail.com

  7. […] Embora apresentando alguns deslizes de cunho biológico, como a aparição noturna do lagarto Tropidurus que é diurno e a classificação do mesmo como inseto, a exibição do espécime de lagarto na novela foi positiva, pois trouxe, junto à imagem do animal, informações que podem contribuir com a diminuição da matança desses bichos e com sua conservação. Merecem aqui ser lembradas as importantes funções ecológicas desempenhadas pelos lagartos em seus ambientes, inclusive no consumo de insetos praga e vetores de doenças (Leia mais em: https://blogdonurof.wordpress.com/2011/03/27/a-importancia-dos-lagartos-para-a-natureza-inclusive-par…). […]

  8. […] no geral, os lagartos geram bem mais benefícios aos seres humanos do que prejuízos (relembre: A importância dos lagartos para a Natureza, inclusive para o homem). Consequentemente, acredito que não há motivos plausíveis para consequências tão extremas […]

  9. Achei ótimo, mas está difícil de entender

    • Olá Luís,

      Obrigado pelo elogio.
      Estamos disponíveis para tirar qualquer dúvida adicional.
      Obrigado pela visita e volte sempre.

  10. Pessoal,

    Eu e minha família convivíamos tranquilamente com uma família de calangos que se abrigavam na casinha de gás do meu quintal perto da horta, depois de muitas perseguições de gatos soltos no condomínio eles sumiram na virada do ano (viajei e não pude defendê-los). Fiquei extremamente triste pois eles eram muito tranquilos e protegiam meu quintal de mosquitos pragas. Será que existe a possibilidade de outra família aparecer por lá? Será que por causa das chuvas eles migraram temporariamente para outro local para voltar no futuro?
    As pessoas não se importam com os calangos. Eu acho eles o máximo e é possível viver tranquilamente com a presença deles. Definitivamente deveríamos defendê-los enquanto é tempo…

    Atenciosamente,
    Apoena

    • Oi Apoena,

      Como já falei em outros comentários, os gatos domésticos realmente são devastadores da nossa fauna silvestre.
      Mas, para sua alegria, saiba que é provável que outro grupo de lagartos se estabeleçam no seu quintal.
      Na verdade, é normal que exista uma substituição de indivíduos ao longo do tempo. Contudo, é importante que você tente manter os gatos afastados.

      Obrigado por seu comentário e parabéns pela conduta em favor dos lagartos!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: