NOTÍCIA: Como os Camaleões mudam sua cor?



Camaleões (Fig. 1) são uns dos mais famosos animais capazes de mudar de cor rapidamente, alternando entre camuflagem furtiva e cores chamativas em poucos minutos. Mas agora pesquisadores revelaram o segredo para essa mudança tão rápida de cor: os camaleões apresentam cristais fotônicos em sua pele que podem se reorganizar e refletir padrões de coloração variadas. Os resultados foram publicados na Nature Communications .

Fig.1. Indivíduo macho de Camaleão-pantera (Furcifer pardalis) fotografado em Madagascar.  Crédito: Michel C. Milinkovitch

Em Madagascar, os camaleões-pantera (Furcifer pardalis), tanto machos quanto fêmeas, de todas as idades podem alterar o brilho de sua pele, mas os machos adultos demonstrar uma gama muito maior de cores, com várias combinações de brancos, vermelhos-fogo, entre outros tons. Ao encontrar um rival ou uma parceira em potencial, um camaleão macho adulto pode mudar a cor de sua pele de um fundo verde para amarelo ou laranja, enquanto manchas azuis tornam-se esbranquiçadas e os vermelhos se tornam mais brilhantes. Isso tudo acontece dentro de poucos minutos, e é totalmente reversível.

Muitos animais podem alterar as suas cores, como alguns cefalópodes (polvos e lulas), embora relativamente rápida, estas alterações dependem tipicamente da acumulação ou a dispersão de pigmentos (como a melanina na pele e olhos). Cameleões, por outro lado, dependem de mudanças estruturais para afetar a forma como a sua pele reflete a luz. Cores estruturais são aquelas que são “geradas sem pigmentos, por meio de um fenômeno físico de interferência óptica,” Michel Milinkovitch da Universidade de Genebra, explica em um comunicado à imprensa. “Eles são o resultado de interações entre certos comprimentos de onda e estruturas nanoscópicas.”

Agora, através da combinação de trabalho microscópico, videografia, e modelagem, a equipe de Milinkovitch descobriu que os camaleões realizam a proeza de mudar de cor por meio do ajuste ativo de uma rede de nanocristais de reflexão da luz dentro de uma camada superior de células da pele chamados iridóforos (Fig.2).

 Teyssier et al, 2015

Fig. 2. Modelo tridimensional de Iridóforo. Teyssier et al, 2015

Estes nanocristais fotônicos são constituídos de guanina, uma das moléculas formadoras do DNA. Camaleões podem alterar o arranjo estrutural das células em que eles estão alongando e contraindo a pele. Quando o animal está calmo, os nanocristais são organizados em uma rede densa refletindo comprimentos de onda azul e verde. Quando está excitado, a rede de nanocristais fica “relaxada” para permitir a reflexão de outras cores, como amarelo e vermelho.

No vídeo abaixo, você pode ver um Camaleão-pantera macho adulto “sob excitação”, quando se apresentam outros machos adultos em seu campo de visão. O vídeo original é acelerado oito vezes, e a primeira imagem do filme é mostrado no canto inferior direito para demonstrar a extensão da mudança de cor.


Fontes: IFLS, Genèv & Phys.org.

Artigo completoNature Communicatios.

Edição por John A. Andrade

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: