O primeiro registro de homem adulto devorado por serpente e ponderações necessárias


Python reticulatus Wikimedia Commons

Fonte: Wikimedia Commons.

A imagem de uma cobra gigante engolindo um ser humano adulto sempre esteve presente no imaginário popular e, por consequência, virou cena de diversos filmes de ampla circulação. Apesar de estar bem difundido entre as pessoas, este fenômeno nunca foi oficialmente registrado e até então era considerado impossível, ainda mais depois de que todos os registros fotográficos de serpentes abertas com humanos dentro foram comprovados como obras de charlatanismo.

Acontece que, em março de 2017, na região de Sulawesi, na Indonésia, o corpo do agricultor AkbarSalubiro foi encontrado dentro de uma Píton Reticulada (Python reticulatus (FIGURA 01)), após esta ser caçada e aberta pelos moradores da região. Um vídeo da situação foi gravado e disponibilizado na internet (FIGURA 02). A serpente possuía aproximadamente 7 metros de comprimento e já fora vista pelos agricultores no entorno da plantação de palma na qual o agricultor devorado trabalhava. A região de Sulawesi já era conhecida pela presença de pítons de grande porte, em especial porque as plantações geralmente se desenvolvem à custa da destruição do território dessas serpentes.

Python reticulatus Arkive.org

Figura 01. A Píton Reticulada, Python reticulatus, é uma serpente nativa do sudeste da Ásia e seu entorno. Fonte: Arkive.org.

As pítons dividem com as sucuris o título de maiores serpentes do mundo, pertencendo a uma píton o título de primeiro lugar com seus mais de 13 metros registrados e tendo como maior representante das sucuris um indivíduo registrado pelo Marechal Rodon com 11,63 metros. Esses animais não-peçonhentos levam suas presas ao óbito através da constrição. Devido ao seu grande tamanho, tanto as sucuris quanto as pítons são capazes de abater presas de peso considerável, como bezerros, porcos, cachorros e cabras. Animais silvestres também são alimento desses grandes répteis, como veados, capivaras, porcos do mato e até jacarés.

Essas gigantes, assim como todas as outras serpentes, podem abocanhar e deglutir presas que são de maior diâmetro que as próprias predadoras, isso devido a uma série de adaptações anatômicas. Essas especificidades das serpentes vão desde o dentário com sínfise tendinosa frouxa (ausência de queixo na mandíbula) e que se articula com o crânio através de cartilagens móveis, até a presença da proteína elastina em seus tecidos que por isso se esticam de forma notável. Essas adaptações dão às serpentes a sua singularidade no hábito alimentar, contudo, sem o contato direto com o animal predado, as serpentes são incapazes de dilatar seus tecidos e abrir muito a sua boca por conta própria. É necessário o contato progressivo com o corpo cilíndrico do animal para que o mesmo imponha às serpentes a força necessária para tais modificações. Essa é uma das principais razões que tira o ser humano da dieta das serpentes: A aguda transição do pescoço para os ombros impossibilita a dilatação progressiva da boca da serpente.

É nesse ponto que está a singularidade desta notícia. As invasões aos territórios das pítons pelas plantações de palma tanto deixam suas presas escassas quanto subtraem sua área de vida e expõem os agricultores à vulnerabilidade. A população da região de Sulawesi é particularmente de baixa estatura, o que pode ter contribuído para a deglutição da serpente. Já havia registro de homens adultos mortos por píton, mas pela primeira vez algum foi devorado.

Vídeo Python reticulatus

Figura 02. Momento do vídeo que mostra a píton sendo cortada por moradores do local para verificação do seu conteúdo estomacal. Fonte: BBC/West Sulawesi Police.

Muito nos toca a morte de AkbarSalubiro, mas é fundamental que ponderemos que incidentes como esse são o resultado de nossas atividades inconsequentes. Além de invadirmos os habitats desses animais e removermos suas presas dos ecossistemas, ainda matamos sistematicamente qualquer serpente que aparece em nossa vista por considerarmos elas perigosas. Episódios como esse aqui relatado, por mais que seja singular como registro histórico, gera uma série de assassinatos de serpentes em vários países. As serpentes são peça fundamental nas dinâmicas ecossistêmicas e a sua caça pode trazer sérios impactos ambientais.

Texto escrito por Gabriel Aguiar, bolsista de extensão do NUROF-UFC.

 

REFERÊNCIAS

National Geographic. How This 23-Foot Python Swallowed a Man Whole. Disponível em: <http://news.nationalgeographic.com/2017/03/python-snake-swallows-man-whole-indonesia >.

BBC. How did an Indonesian python eat a man? Disponível em: <http://www.bbc.com/news/world-asia-39427462 >.

Anúncios

Uma resposta

  1. Muito interessante, excelente texto, é realmente muito importante ressaltar que casos como esse são extremamente raros e isso só aconteceu devido a destruição da natureza. Por mais adaptações de elasticidade que as serpentes tenham, engolir um humano seria mesmo difícil, logo esse episódio só poderia ser mesmo com alguém de baixa estatura. Infelizmente esses episódios apenas contribuem para a má reputação das serpentes… =/

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: